sexta-feira, 21 de agosto de 2009
Ramadã começa sábado no Egito e Jordânia; data indica divisões

A religião embate-se constantemente com a ciência (e vice-versa). Nos países do Oriente Médio, embate-se, também, com a política que, naquela região, sabe muito bem utilizar-se da própria religião para alcançar seus interesses. No momento, a principal preocupação das autoridades religiosas muçulmanas é a definição do início do Ramadã.

O Ramadã, segundo o Alcorão, deve iniciar na sexta-feira, após a Lua Crescente, no nono mês do calendário Muçulmano – que é um calendário lunar, ou seja, ao invés de 30 dias (ou 31 dias), como o nosso (que é solar), possui 29,5 dias (ou 27,32 dias, considerando-se o período sideral da Lua; que é mais preciso por se basear nas estrelas). Assim, pelas mesmas razões que o Pessach (Passagem) dos judeus e a Páscoa (também passagem) dos cristãos, o Ramadã é uma data flutuante que, em princípio, deveria ser definida pelo movimento dos astros, especificamente da Lua.

Ocorre que nem sempre a Lua Crescente inicia a nomeada fase na quinta-feira (e, portanto, antes da sexta-feira). Por vezes, a Lua Crescente tem início no sábado, casos que freqüentemente ocorrem e fazem com que o Ramadã tenha início no mesmo dia, no próprio sábado, à noite. Essa flutuação de um dia (ou sexta-feira ou sábado) não é considerada um problema pelos muçulmanos, e, tão pouco, eles se queixam disso – o que importa em termos ritualísticos é que, na noite em questão, a Lua Crescente esteja no céu para que, efetivamente, inicie-se o Ramadã.

Este ano (2009), a Lua começa a fase “crescente”, nessa sexta-feira (21 de ago.) – o que requereria que o Ramadã iniciasse na noite do mesmo dia, pois, em tese, a Lua estará no céu, o que autoriza o Ramadã. Porém, como narra a reportagem abaixo, o mufti do Egito, (Sheikh Ali Goma) adiou o início dos jejuns para amanhã, dia 22 de agosto.

Como era de se esperar, as diferentes comunidades muçulmanas, dos diferentes países do Islão, entraram em ferrenhas discussões, pois, reivindicam que o Ramadã tenha início na mesma data em todos os países. Dizem, ainda, que a data deveria ser definida segundo a Lua, e não segundo a vontade (em princípio política) dos governantes.

Acompanhe a reportagem e dê a sua opinião:

O mufti do Egito, Ali Goma, máxima autoridade religiosa do país, determinou nesta semana que o Ramadã, o mês sagrado islâmico, começará neste sábado (22). O dia oficial de início do Ramadã sempre causa polêmica entre os países muçulmanos.

O Ramadã é um mês para o jejum, à família e ao recolhimento, no qual os crentes se abstêm de comer, beber, fumar e manter relações sexuais desde a alvorada até o pôr do sol. Para as tradições muçulmanas, o Ramadã ocorre no nono mês do calendário --mês no qual o profeta Maomé recebeu a revelação do Corão.

Conforme o Alcorão, o livro sagrado islâmico, o Ramadã começa no momento exato em que se inicia a fase crescente da lua. Daquele momento em diante, muçulmanos de todo o mundo iniciam jejum durante o dia. Desta forma, se a lua crescente aparece na noite de quinta-feira, o Ramadã começa na sexta. Se não, começa no sábado. No entanto, a política também influi na escolha da data, fato que aprofunda das divisões entre árabes e muçulmanos.

"Infelizmente, a política tem sua influência e as polêmicas sectárias também, o que contraria o ensino islâmico", disse, em entrevista à agência de notícias Efe Ibrahim Zeid Kilani, o líder da Frente de Ação Islâmica da Jordânia, responsável pela emissão de normas religiosas no país. "O fruto dessas decisões políticas é que o Ramadã começa em diferentes datas no Irã, Marrocos e Omã", afirmou.

Conforme Kilani, normalmente, quando Arábia Saudita e Egito decidem suas datas de início e fim do Ramadã, os outros países seguem um ou outro. Já o Irã, maior país muçulmano xiita, só começa dois dias antes ou depois que os muçulmanos, na maioria sunitas. Outras nações xiitas, então, como Iraque, Líbano, Kuait e Bahrein, seguem o Irã.

Para acabar com a polêmica, o clérigo defende o uso de instrumentos para determinar qual é o momento exato. "O sol e a lua seguem uma trajetória exata", disse.

No mesmo sentido, o acadêmico saudita Mohsen Awaji também lamentou que os políticos "usem essas ocasiões tão importantes" para dividir as opiniões dos muçulmanos e também defendeu o uso de instrumentos científicos. "Minha opinião é a de que a nação [muçulmana] deve se afastar dos políticos oportunistas e daqueles que temem a ciência."

A Folha online atribuiu a fonte da informação à agência Efe, no Cairo.

Fonte: Disponível em:

<<http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u613053.shtml>>.

Acesso em: 21 ago. 2009.

posted byDonarte N. dos Santos Jr.@sexta-feira, agosto 21, 2009  
0 Comments:
Postar um comentário
<< Home
 
::::::::::::::::::::::::::::::::
Algumas ideias que batizaram e permeiam o presente ciberespaço; pensamentos mais ou menos fixos que o autor tem:
::::::::::::::::::::::::::::::::

A Mitologia Grega...:

- “A Argo: Nave dos Argonautas, construída sob a direção de Minerva, nos bosques de Dodona. O termo significa ‘rápido.’

O Fernando Pessoa...:

- o seguinte poema do escritor português:


Navegadores antigos tinham uma frase gloriosa: "Navegar é preciso; viver não é preciso". Quero para mim o espírito [d]esta frase, transformada a forma para a casar como eu sou: Viver não é necessário; o que é necessário é criar. Não conto gozar a minha vida; nem em gozá-la penso. Só quero torná-la grande, ainda que para isso tenha de ser o meu corpo e a (minha alma) a lenha desse fogo. Só quero torná-la de toda a humanidade; ainda que para isso tenha de a perder como minha. Cada vez mais assim penso. Cada vez mais ponho da essência anímica do meu sangue o propósito impessoal de engrandecer a pátria e contribuir para a evolução da humanidade. É a forma que em mim tomou o misticismo da nossa Raça. (Fernando Pessoa)



A antipatia a Nietzsche...:

- Parece poder ser possível usar o Nietzsche contra ele mesmo: "Nietzsche vs Nietzsche", pois o que ele escreve, se bem analisado, é contraditório (no mal sentido do termo). Assim, isso é bem possível de ser feito...

A contra-argumentação aos céticos...:

- “Só se poderia negar a validez à demonstração se se provasse, com absoluta validez, que o homem nada pode provar com absoluta validez” (SANTOS, Mário Ferreira dos. Filosofia Concreta. São Paulo: É Realizações, 2009, p. 61).

 

 

Bem Vindo(a)!!!

Sobre este Blog

Última Publicação



Blog/Site do prof. Donarte: textos, imagens, ideias, pensamentos, conceitos, definições e opiniões preferencialmente inéditos, de autoria do professor, na área da Geografia, Filosofia, Educação e Ciências.


O conteúdo do presente ciberespaço pode ser livremente reproduzido, observada a citação da fonte. Ver "©Copyright – Todos os direitos Reservados", logo abaixo:

Site

Visite o site do professor
O que o professor lê?

Últimas leituras
Conteúdos Específicos

Textos sobre Geografia física.

Textos sobre Geografia humana.

Dicas sobre o Vestibular.
Notas de Aula

Registro da Prática e Diário de Classe
Blogs dos Estudantes da Escola Porto Novo (2015 até hoje)

Blog dos alunos do projeto LIAU.

Blogs dos Estudantes do Colégio Marista Assunção (2010)

Blog dos alunos do 2º ano (221).

Blog dos alunos do 2º ano (221).
Blogs dos Estudantes do Colégio Marista Assunção (2008/2009)

Blog dos alunos do 5ª série (152).

Blog dos alunos do 8ª série (181).

Blog dos alunos do 8ª série (182).

Blog dos alunos do 1º Ano (211).

Blog dos alunos do 1º Ano (212).

Blog dos alunos do 2º Ano (221).

Blog dos alunos do 3º Ano (231).
Blogs dos Estudantes da Escola Maria Goretti (2006)

Blog dos alunos do1º Ano.

Blog dos alunos do2º Ano.

Blog dos alunos do3º Ano.
Blogs dos Estudantes da Escola Maria Goretti (2005)

Blog dos alunos do3º Ano.
Blogs e Sites que acompanho, verdadeiros mananciais

  • Prof. Dr. phil. Agemir Bavaresco (Revista Opinião Filosófica)


  • Prof. Dr. phil. Eduardo Luft.


  • Prof. Dr. phil. Nythamar Hilario Fernandes de Oliveira Junior.


  • Prof. Pedro Demo (blog novo)


  • Prof. Dr. phil. Ricardo Timm de Souza.


  • Prof. Dr. Rualdo Menegat.


  • Links

  • Água Bio
  • Água on-line
  • Águas, Brasil das
  • ANA
  • Água, Universidade da (2:o.k.)
  • Astronomia (Zênite)
  • BBC-Brasil
  • Canal Ciência
  • CAPES
  • Chaos Nonlinear Dynamics
  • Chaos on the Web
  • Defesa Civil RS 199
  • Edge-The Third Culture
  • EFE-Agência de Notícias (Brasil)
  • Embrapa
  • Expedição Trópico de Capricórnio
  • Fractal Geometry
  • Fepam
  • IBGE
  • Meio Ambiente on line
  • Ministério do Meio Ambiente
  • Museu de Ciências e Tecnologia-MCT
  • Observatório Nacional-ON
  • Organização dos Estados Americanos (OAS)
  • Programa Antártico Brasileiro-PROANTAR
  • Rep. Fed. do Brasil (oficial)
  • Revista Galileu
  • Scientific American-Brasil
  • Scientific Eletronic Library Online (SciELO)
  • Subaru Telescope
  • The Independent
  • Universidade da California (Condensed Matter Physics)
  • Textos Recentes

    Textos Antigos

    O Autor

    Nome:
    Donarte N. dos Santos Junior
    Residente em:
    Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil
    Formação:
    - É Licenciado em Geografia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).
    - É Especialista no Ensino de Geografia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).
    - É Mestre em Educação em Ciências e Matemática (PUCRS).
    - É Mestrando em Filosofia (PUCRS).
    Atuação Profissional:
    - Foi Técnico em Geoproce ssamento do L/li/liaboratório de Tratamento de Imagem e Geoprocessamento (LTIG) da PUCRS.
    - É Professor da Prefeitura Municipal de Porto ALegre.
    Título da primeira dissertação de mestrado:
    “Geografia do espaço percebido: uma educação subjetiva”, que alcançou grau máximo obtendo nota 10,0.

    Clique aqui para ler a dissertação

    Clique aqui para Ver currículo Lattes completo

    Mais sobre o autor
    O Autor no Facebook

    Curta a "Fan Page" do autor!!!

    O Autor no Twitter

    Siga o autor no Twitter!!!
    "E-Mail"

    Entre em contato com o autor
    Livro de Visitas

    Registre a sua visita neste blog :-)
    Número de Visitantes

    Free Blogger Templates

    BLOGGER

    © Copyright

    Todos os direitos Reservados.



    Os textos inéditos aqui publicados podem ser utilizados por qualquer pessoa, desde que respeitada a devida citação da fonte, apontando o link da postagem original de onde foram retiradas as informações.


    É proibido fazer modificação e alteração dos textos inéditos, bem como, das imagens inéditas e demonstrativas que os acompanham.


    É vedada a Criação de Obras Derivadas dos textos inéditos aqui publicados, bem como, das imagens inéditas, a não ser respeitando a devida citação da fonte, apontando o link da postagem original de onde foram retiradas as informações.


    Portanto, a reprodução integral ou parcial das produções textuais e imagéticas inéditas, próprias e de autoria do professor, aqui publicados, é permitida, com a expressa autorização do autor e nos termos acima citados, caso contrário será tipificado crime de Plagio.

    Free Blogger Templates

    BLOGGER

    Última atualização de "template", em:

    27 de fev., 2018.