quarta-feira, 13 de dezembro de 2006
Ideologia e incoerência
É, realmente, muito comum as pessoas usarem a palavra “ideologia”. Porém, poucas sabem o real significado do termo. Usa-se, normalmente, o vocábulo para designar a intenção que se teve ao fazer algo e nas mais variadas ocasiões da vida cotidiana. O termo, em si, em sua forma grega original, provém da união de dois outros, sejam eles idéa + lógos. A “lógica das idéias” chegou a ser pensada como uma ciência. Os ideólogos que afloravam na França entre o final do século XVIII e início do século XIX foram, porém, “dizimados” por Napoleão Bonaparte.


Como se pode perceber o significado do termo é bastante amplo. Parece, pois, que ideologia pode ser muitas coisas, assumir muitas conotações. De fato, há quem mude de ideologia como mude de camisa; para entender isso melhor, ler a matéria “Ideologia tem cronologia?!”.

Sobre ideologia, seja ela qual for, é interessante ler o que nos escreve Chauí (1997):


“[...] o ocultamento da realidade social chama-se ideologia. Por seu intermédio, os homens legitimam as condições sociais de exploração e de dominação, fazendo com que pareçam verdadeiras e justas.” (p. 21)


E, ainda, Vesentini (2005):


“[…] a ideologia, que são as idéias predominantes numa sociedade de classes, geralmente idéias adequadas à classe dominante, isto é, que transmitem uma visão de mundo justificadora das desigualdades sociais. A ideologia, contudo, não é uma simples mentira ou falsidade. Ela é parcialmente verdadeira, compreende de fato certos aspectos da realidade, mas do ponto de vista de um grupo ou de uma classe.” (p. 105.)



A partir do que foi exposto fica fácil entender porque ideologia é coisa transitória e passível de modificações conforme a conjuntura sócio-histórica mundial e local. A forma como as pessoas conduzem, apresentam e defendem suas idéias sofre, pois, modificações. Assim o é, porque serve de legitimação por parte daqueles que exercem o poder. Por vezes, a ideologia se torna tão imposta que afeta as pessoas e o mundo de forma violenta; como no caso da Segunda Guerra Mundial, onde Hitler e seu “ideal ariano” destruíram a Europa e parte do planeta.


Pode-se, ainda, analisar e perceber mudanças ideológicas em várias escalas. Nas relações interpessoais, nos grupos sociais, nas empresas, e, como já foi dito, nos Estados.

Reflitamos sobre isso em nossas vidas. Qual é, afinal, nossa ideologia? E como ela se manifesta em nosso dia-a-dia. Há coerência ou não? Pensemos sobre...


Referências:


CHAUÍ, Marilena. O que é Ideologia. São Paulo: Brasiliense, 1997. VESENTINI, José William. Sociedade e espaço: geografia geral e do Brasil. 44° Ed. São Paulo: Ática, 2005.


>>> Saiba + sobre ideologia, aqui!


Autores utilizados:


Quem é Marilena Chauí?


Quem é José Wiliam Vesentini?
posted by Donarte N. dos Santos Jr. @ quarta-feira, dezembro 13, 2006  
0 Comments:
Postar um comentário
<< Home
 



Argo:Nave dos Argonautas,construída sob a direção de Minerva, nos bosques de Dodona. O termo significa ‘rápido.’”

Navegadores antigos tinham uma frase gloriosa: "Navegar é preciso; viver não é preciso". Quero para mim o espírito [d]esta frase, transformada a forma para a casar como eu sou: Viver não é necessário; o que é necessário é criar. Não conto gozar a minha vida; nem em gozá-la penso. Só quero torná-la grande, ainda que para isso tenha de ser o meu corpo e a (minha alma) a lenha desse fogo. Só quero torná-la de toda a humanidade; ainda que para isso tenha de a perder como minha. Cada vez mais assim penso. Cada vez mais ponho da essência anímica do meu sangue o propósito impessoal de engrandecer a pátria e contribuir para a evolução da humanidade. É a forma que em mim tomou o misticismo da nossa Raça. (Fernando Pessoa)


:::::::::::::::::::::::::::::::: Jornais & Notícias
::::::::::::::::::::::::::::::::

::::::::::::::::::::::::::::::::
Pensamentos mais ou menos fixos que tenho:
::::::::::::::::::::::::::::::::
Ódio a Nietzsche

- Gosto muito de usar o Nietzsche contra ele mesmo: Nietzsche X Nietzsche, pois o que ele escreve é tão contraditório (no mal sentido do termo), que isso é bem possível de ser feito...

Aos céticos...

- “Só se poderia negar a validez à demonstração se se provasse, com absoluta validez, que o homem nada pode provar com absoluta validez” (SANTOS, Mário Ferreira dos. Filosofia Concreta. São Paulo: É Realizações, 2009, p. 61).

 

 
Este é o Blog/Site do prof. Donarte: Geografia, Filosofia, Educação, Ciências, opinião pessoal e vida cotidiana.

Posts

Leia as postagens deste blog
Site

Visite o site do professor
O que o professor lê?

Últimas leituras
Conteúdos Especiais

Textos sobre Geografia física.

Textos sobre Geografia humana.

Dicas sobre o Vestibular.
Blogs dos Estudantes do Colégio Marista Assunção (2010)

Blog dos alunos do 2º ano (221).

Blog dos alunos do 2º ano (221).
Blogs dos Estudantes do Colégio Marista Assunção (2008/2009)

Blog dos alunos do 5ª série (152).

Blog dos alunos do 8ª série (181).

Blog dos alunos do 8ª série (182).

Blog dos alunos do 1º Ano (211).

Blog dos alunos do 1º Ano (212).

Blog dos alunos do 2º Ano (221).

Blog dos alunos do 3º Ano (231).
Blogs dos Estudantes da Escola Maria Goretti (2006)

Blog dos alunos do1º Ano.

Blog dos alunos do2º Ano.

Blog dos alunos do3º Ano.
Blogs dos Estudantes da Escola Maria Goretti (2005)

Blog dos alunos do3º Ano.
Blogs que acompanho

  • Prof. Dr. phil. Eduardo Luft.


  • Prof. Pedro Demo (blog novo)


  • Prof. Dr. phil. Ricardo Timm de Souza.
  • Links

  • Água Bio
  • Água on-line
  • Águas, Brasil das
  • ANA
  • Água, Universidade da (2:o.k.)
  • Astronomia (Zênite)
  • BBC-Brasil
  • Canal Ciência
  • CAPES
  • Chaos Nonlinear Dynamics
  • Chaos on the Web
  • Defesa Civil RS 199
  • Edge-The Third Culture
  • EFE-Agência de Notícias (Brasil)
  • Embrapa
  • Expedição Trópico de Capricórnio
  • Fractal Geometry
  • Fepam
  • IBGE
  • Meio Ambiente on line
  • Ministério do Meio Ambiente
  • Museu de Ciências e Tecnologia-MCT
  • Observatório Nacional-ON
  • Organização dos Estados Americanos (OAS)
  • Programa Antártico Brasileiro-PROANTAR
  • Rep. Fed. do Brasil (oficial)
  • Revista Galileu
  • Scientific American-Brasil
  • Scientific Eletronic Library Online (SciELO)
  • Subaru Telescope
  • The Independent
  • Universidade da California (Condensed Matter Physics)
  • Textos Recentes

    Textos Antigos

    O Autor

    Nome:
    Donarte N. dos Santos Junior
    Residente em:
    Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil
    Formação:
    - É Licenciado em Geografia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).
    - É Especialista no Ensino de Geografia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).
    - É Mestre em Educação em Ciências e Matemática (PUCRS).
    - É Mestrando em Filosofia (PUCRS).
    Atuação Profissional:
    - Foi Técnico em Geoproce ssamento do L/li/liaboratório de Tratamento de Imagem e Geoprocessamento (LTIG) da PUCRS.
    - É Professor da Prefeitura Municipal de Porto ALegre.
    Título da primeira dissertação de mestrado:
    “Geografia do espaço percebido: uma educação subjetiva”, que alcançou grau máximo obtendo nota 10,0.

    Clique aqui para ler a dissertação

    Clique aqui para Ver currículo Lattes completo

    Mais sobre o autor
    E-Mail para o Autor
    Livro de Visitas
    Número de Visitantes

    Free Blogger Templates

    BLOGGER

    Free Blogger Templates