domingo, 21 de agosto de 2005
Concurso Público: indústria, lucro e muito mais...



Nosso país mostra, em todas as dimensões, a problemática da vida social. A vida individual dos pobres está cada vez mais dramática. Esse drama que se reflete no social é gerado, motivado sempre pelo fator econômico.

Domingo dia 21/08/05, foi mais um dia entre tantos onde a problemática social pode ser observada, sobrtetudo para aqueles que têm um olhar mais crítico. Ocorreu na PUCRS mais um concurso público, seja ele: o concurso do “Tribunal de Justiça do Estado”. Segundo notícia de uma das pessoas que iria realizar a prova são mais de 18.000 inscritos para 5 (cinco) vagas. É sobre esse ponto que eu gostaria de refletir.
Faz tempo que se verificam um sem número de concursos públicos que normalmente cobram taxas de inscrição interessantes (30, 40, 50, 80, 100 reais), dependendo do nível de estudo requerido para a vaga que está sendo oferecida. Para o concurso deste domingo o valor da inscrição foi de 30 reais. Vejamos: R$30,00 x 18500 (inscritos)= R$555.000,00. Interessante, não? Sem contar o fato de que esse tipo de “atividade”, no final das contas acaba arrecadando muito mais para o Estado. Se não vejamos a seguinte reportagem:

“CORREIO DO POVOPORTO ALEGRE, DOMINGO, 21 DE AGOSTO DE 2005 Carris reforça a frota para concurso deste domingo

A Carris reforçará a frota neste domingo, quando ocorrerá o concurso do Tribunal de Justiça do Estado. Serão disponibilizados 17 horários extras nas linhas T1, T4 e 343/Ipiranga'PUC. Alguns desses horários extras terão o trajeto somente até a PUCRS, um dos locais onde será realizada a prova. Informações sobre itinerários e horários podem ser obtidas pelo Sistema de Atendimento ao Cliente Carris (0800-999855) ou por meio do site
www.carris.com.br.” (FONTE: Disponível em: . Acesso em: 21 ago. 05, 8:28:45.).


Façamos agora o seguinte cálculo: 18.500 x R$1,75 (valor da passagem de ômibus) = R$32.375,00. Considerando que se trata de um domingo, e, teoricamente o movimento pela manhã é muito baixo, torna-se uma soma interessante. Até aqui estamos com R$587.375,00 arrecadados, a maior parte, ao longo do período de inscrições, e outros tantos no dia da prova. Aliás, esse é um fato muito singular o qual podemos analisar. Normalmente esses concursos públicos, permanecem durante longos meses com o prazo de inscrição aberto. O que permite que muitos cidadãos se inscrevam, tornando a prova altamente concorrida. No caso do concurso para “Tribunal de Justiça do Estado” são mais ou menos 3.700 pessoas para cada uma das cinco vagas.

Há um lado muito mais sombrio nisso tudo. Pessoas que estudam para esse tipo de prova são literalmente enganadas. Enganadas em todos os sentidos. Primeiramente estudam para uma prova de múltipla escolha o que leva, prepara tais pessoas a pensarem segundo um modelo pouco crítico onde só existe o sim, o não, o certo, o errado ou nenhuma das alternativas estão corretas. A vida não é assim. Sabe-se que há a complexidade. Há, aqui, ainda, a questão de que por mais que se estude, ao deparar-se com uma prova de múltipla escolha sempre há a dificuldade intrínseca da questão. Por ser de múltipla escolha é permitido uma variação muitíssimo grande de possibilidades, ludibriações lógicas, negações para afirmações, sendo que o contrário também se verifica, etc. Mas essa é uma questão muito pedagógica e complicada para ser analisa, aqui.

E por que as pessoas, sabendo que existem fraudes em concursos, que não “passarão” e mesmo passando nunca serão chamadas, mesmo assim efetuam a prova? Poderia um dizer: “Ah! Mas alguém passará... Esse alguém posso ser eu!”. Isso é discutível, sobretudo se levarmos em conta as vagas preenchidas por parentes de políticos, que vemos todos os dias no noticiário. Respondendo a pergunta, agora, teremos uma resposta bastante simples, mas que se revela sombria quanto ao ponto de vista cultural. As pessoas fazem concurso público, porque há um enorme número de desempregados em nosso país, porque os cidadãos não contam com estabilidade em seus empregos e porque a maioria busca justamente isso: Um salário em torno de R$1.500,00 a R$2.000,00. Razoável para um pobre, acrescido da tão sonhada estabilidade. O livrar-se para sempre do medo de ser demitido é o grande fator que leva os cidadãos a correrem atrás do sonho de tornar-se funcionário público. Mas então, de tudo isso, o que se revela sombrio sob o ponto de vista cultural? O lado negro disso é que o povo, no fundo quer sossego. Não estou, agora, sendo um acusador e chamando o povo de vagabundo, como nosso presidente já o fez, não. Estou querendo chamar a atenção para o fato de que o povo, os cidadãos, cada um, cada jovem e adulto, não possui mais a ambição pelo saber. O povo preocupa-se com o pão. O saber, não interessa mais. O que se busca é uma vida um pouco menos sofrida, porque a atual quase mata o trabalhador com a chamada “dupla jornada” ou o subemprego, sem falar no humilhante salário mínimo (R$300,00). Sobra pouco para a cultura, para o estudo, para investir naquilo que realmente liberta: A Educação.
O povo está cansado, pobre, fraco, e, na realidade sem esperança. Quem sabe dá para passar numa dessas provas e tornar-se um funcionário público...

Enquanto isso, além de oprimir o povo e furtar sorrateiramente sua chance de liberdade, o sistema lucra um pouco mais...
posted byDonarte N. dos Santos Jr.@domingo, agosto 21, 2005  
0 Comments:
Postar um comentário
<< Home
 
::::::::::::::::::::::::::::::::
Algumas ideias que batizaram e permeiam o presente ciberespaço; pensamentos mais ou menos fixos que o autor tem:
::::::::::::::::::::::::::::::::

A Mitologia Grega...:

- “A Argo: Nave dos Argonautas, construída sob a direção de Minerva, nos bosques de Dodona. O termo significa ‘rápido.’

O Fernando Pessoa...:

- o seguinte poema do escritor português:


Navegadores antigos tinham uma frase gloriosa: "Navegar é preciso; viver não é preciso". Quero para mim o espírito [d]esta frase, transformada a forma para a casar como eu sou: Viver não é necessário; o que é necessário é criar. Não conto gozar a minha vida; nem em gozá-la penso. Só quero torná-la grande, ainda que para isso tenha de ser o meu corpo e a (minha alma) a lenha desse fogo. Só quero torná-la de toda a humanidade; ainda que para isso tenha de a perder como minha. Cada vez mais assim penso. Cada vez mais ponho da essência anímica do meu sangue o propósito impessoal de engrandecer a pátria e contribuir para a evolução da humanidade. É a forma que em mim tomou o misticismo da nossa Raça. (Fernando Pessoa)



A antipatia a Nietzsche...:

- Parece poder ser possível usar o Nietzsche contra ele mesmo: "Nietzsche vs Nietzsche", pois o que ele escreve, se bem analisado, é contraditório (no mal sentido do termo). Assim, isso é bem possível de ser feito...

A contra-argumentação aos céticos...:

- “Só se poderia negar a validez à demonstração se se provasse, com absoluta validez, que o homem nada pode provar com absoluta validez” (SANTOS, Mário Ferreira dos. Filosofia Concreta. São Paulo: É Realizações, 2009, p. 61).

 

 

Bem Vindo(a)!!!

Sobre este Blog

Última Publicação



Blog/Site do prof. Donarte: textos, imagens, ideias, pensamentos, conceitos, definições e opiniões preferencialmente inéditos, de autoria do professor, na área da Geografia, Filosofia, Educação e Ciências.


O conteúdo do presente ciberespaço pode ser livremente reproduzido, observada a citação da fonte. Ver "©Copyright – Todos os direitos Reservados", logo abaixo:

Site

Visite o site do professor
O que o professor lê?

Últimas leituras
Conteúdos Específicos

Textos sobre Geografia física.

Textos sobre Geografia humana.

Dicas sobre o Vestibular.
Notas de Aula

Registro da Prática e Diário de Classe
Blogs dos Estudantes da Escola Porto Novo (2015 até hoje)

Blog dos alunos do projeto LIAU.

Blogs dos Estudantes do Colégio Marista Assunção (2010)

Blog dos alunos do 2º ano (221).

Blog dos alunos do 2º ano (221).
Blogs dos Estudantes do Colégio Marista Assunção (2008/2009)

Blog dos alunos do 5ª série (152).

Blog dos alunos do 8ª série (181).

Blog dos alunos do 8ª série (182).

Blog dos alunos do 1º Ano (211).

Blog dos alunos do 1º Ano (212).

Blog dos alunos do 2º Ano (221).

Blog dos alunos do 3º Ano (231).
Blogs dos Estudantes da Escola Maria Goretti (2006)

Blog dos alunos do1º Ano.

Blog dos alunos do2º Ano.

Blog dos alunos do3º Ano.
Blogs dos Estudantes da Escola Maria Goretti (2005)

Blog dos alunos do3º Ano.
Blogs e Sites que acompanho, verdadeiros mananciais

  • Prof. Dr. phil. Agemir Bavaresco (Revista Opinião Filosófica)


  • Prof. Dr. phil. Eduardo Luft.


  • Prof. Dr. phil. Nythamar Hilario Fernandes de Oliveira Junior.


  • Prof. Pedro Demo (blog novo)


  • Prof. Dr. phil. Ricardo Timm de Souza.


  • Prof. Dr. Rualdo Menegat.


  • Links

  • Água Bio
  • Água on-line
  • Águas, Brasil das
  • ANA
  • Água, Universidade da (2:o.k.)
  • Astronomia (Zênite)
  • BBC-Brasil
  • Canal Ciência
  • CAPES
  • Chaos Nonlinear Dynamics
  • Chaos on the Web
  • Defesa Civil RS 199
  • Edge-The Third Culture
  • EFE-Agência de Notícias (Brasil)
  • Embrapa
  • Expedição Trópico de Capricórnio
  • Fractal Geometry
  • Fepam
  • IBGE
  • Meio Ambiente on line
  • Ministério do Meio Ambiente
  • Museu de Ciências e Tecnologia-MCT
  • Observatório Nacional-ON
  • Organização dos Estados Americanos (OAS)
  • Programa Antártico Brasileiro-PROANTAR
  • Rep. Fed. do Brasil (oficial)
  • Revista Galileu
  • Scientific American-Brasil
  • Scientific Eletronic Library Online (SciELO)
  • Subaru Telescope
  • The Independent
  • Universidade da California (Condensed Matter Physics)
  • Textos Recentes

    Textos Antigos

    O Autor

    Nome:
    Donarte N. dos Santos Junior
    Residente em:
    Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil
    Formação:
    - É Licenciado em Geografia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).
    - É Especialista no Ensino de Geografia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).
    - É Mestre em Educação em Ciências e Matemática (PUCRS).
    - É Mestrando em Filosofia (PUCRS).
    Atuação Profissional:
    - Foi Técnico em Geoproce ssamento do L/li/liaboratório de Tratamento de Imagem e Geoprocessamento (LTIG) da PUCRS.
    - É Professor da Prefeitura Municipal de Porto ALegre.
    Título da primeira dissertação de mestrado:
    “Geografia do espaço percebido: uma educação subjetiva”, que alcançou grau máximo obtendo nota 10,0.

    Clique aqui para ler a dissertação

    Clique aqui para Ver currículo Lattes completo

    Mais sobre o autor
    O Autor no Facebook

    Curta a "Fan Page" do autor!!!

    O Autor no Twitter

    Siga o autor no Twitter!!!
    "E-Mail"

    Entre em contato com o autor
    Livro de Visitas

    Registre a sua visita neste blog :-)
    Número de Visitantes

    Free Blogger Templates

    BLOGGER

    © Copyright

    Todos os direitos Reservados.



    Os textos inéditos aqui publicados podem ser utilizados por qualquer pessoa, desde que respeitada a devida citação da fonte, apontando o link da postagem original de onde foram retiradas as informações.


    É proibido fazer modificação e alteração dos textos inéditos, bem como, das imagens inéditas e demonstrativas que os acompanham.


    É vedada a Criação de Obras Derivadas dos textos inéditos aqui publicados, bem como, das imagens inéditas, a não ser respeitando a devida citação da fonte, apontando o link da postagem original de onde foram retiradas as informações.


    Portanto, a reprodução integral ou parcial das produções textuais e imagéticas inéditas, próprias e de autoria do professor, aqui publicados, é permitida, com a expressa autorização do autor e nos termos acima citados, caso contrário será tipificado crime de Plagio.

    Free Blogger Templates

    BLOGGER

    Última atualização de "template", em:

    27 de fev., 2018.