sexta-feira, 28 de agosto de 2009
Mapa mostra onde salvar carnívoros é bom e barato

Fonte da imagem: Arte/Folha de S.Paulo

 

A reportagem abaixo é um absurdo. E o pior disso tudo é que o que eu estou escrevendo é que acaba por parecer absurdo. Por outras palavras, a razão ardilosa, que contamina a razão vulgar, dá tons de cientificidade a um trabalho que é altamente tendencioso e que, claramente, está vinculado e compromissado com as macroestruturas de pressão sobre a terra, ou, se se preferir, sobre o território.

A reportagem, como se poderá ver, defende que “cientificamente” e “economicamente” alguns lugares são mais vocacionados a servirem de áreas de proteção para grandes mamíferos predadores (no caso, os canídeos e felinos)... Na verdade, e, curiosamente, a grande maioria das áreas estipuladas pelos pesquisadores, está nos Países do Sul, com destaque para a África e a Caatinga brasileira.

Para não me delongar muito, e, para guiar o internauta na leitura da reportagem, lanço as seguintes perguntas:

1)    Por que na Europa não foi prevista nenhuma área de preservação?

2)    Por que nos EUA essa área é tão pequena (e está especialmente a noroeste, quase na fronteira como Canadá)?

3)    Por que o critério utilizado foi o econômico, quando muito travestido de “biológico”?

4)    Os mamíferos predadores de grande porte não estariam sendo usados como pretexto para que mantenhamos (nós, os Países do Sul) intactas grandes áreas repletas de recursos?      

 

EDUARDO GERARQUE

da Folha de S.Paulo

 

Um estudo que tenta adequar os esforços para salvar espécies ameaçadas à realidade econômica acaba de mapear lugares onde preservar mamíferos carnívoros é não apenas bom, mas também barato. Após listar as regiões mais críticas no mundo usando só critérios biológicos, os cientistas cruzaram os dados com o preço de mercado do metro quadrado dos locais onde esses animais vivem.

 

O resultado do trabalho, apresentado em forma de artigo científico na edição de hoje da revista "PLoS One", é um mapa inédito, que mostra onde é mais viável, economicamente, preservar carnívoros ameaçados de extinção. Esse grupo animal é importante porque está no topo da teia alimentar.

 

"Temos um mapa para mostrar aos investidores. Entre as áreas que já são prioritárias, essas estão na frente, por critério científico e econômico", diz Rafael Loyola, coordenador do Laboratório de Ecologia Aplicada e Conservação da UFG (Universidade Federal de Goiás). O cientista assina o trabalho ao lado de outros seis pesquisadores, todos de instituições brasileiras.

 

"É verdade que os valores são médios e podem variar bastante dentro de uma mesma região estudada. Mas, como os recursos para a conservação são sempre escassos, o mapa pode ser uma ferramenta importante", afirma Loyola.

 

O Brasil, mais precisamente o cerrado, aparece em vermelho nesse zoneamento econômico da preservação dos carnívoros mundiais. "Nessa região, bichos como a onça-pintada e o lobo-guará, por exemplo, estão entre os mais ameaçados."

 

Somadas todas as 15 regiões "insubstituíveis" para a conservação dos grandes carnívoros, indicadas no mapa, são 11,4 milhão de quilômetros quadrados que precisam ser monitorados (pouco mais de 2% da superfície total da Terra).

 

O valor médio desse quilômetro quadrado, segundo o estudo, sai pela bagatela de US$ 932 mil -só US$ 0,9 o metro quadrado, aproximadamente.

 

O mapa não é para nenhum corretor sair com ele embaixo do braço, tentando vender trechos de terra no varejo, lembram os cientistas.

 

Como animais ameaçados como os tigres da China e os coiotes das montanhas Rochosas (EUA) precisam de muita área para sobreviver, a conservação só vai mesmo ocorrer se áreas extensas forem transformadas em zonas de proteção.

 

"Os grandes investidores, neste caso, devem ser as ONGs internacionais, os governos ou até mesmo os grandes proprietários de terra", diz Loyola.

 

Hoje no Brasil, por exemplo, donos de terra podem ter isenção fiscal caso resolvam deixar sua vegetação nativa intacta.

 

Entre áreas mapeadas agora, as da África, indica o pesquisador da UFG, são ainda mais baratas em comparação com as demais. África Central e Madagascar, na opinião de Loyola

 

Disponível em:

< http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u615598.shtml>.

Acesso em: 28 ago. 2009.

posted by Donarte N. dos Santos Jr. @ sexta-feira, agosto 28, 2009  
0 Comments:
Postar um comentário
<< Home
 



Argo:Nave dos Argonautas,construída sob a direção de Minerva, nos bosques de Dodona. O termo significa ‘rápido.’”

Navegadores antigos tinham uma frase gloriosa: "Navegar é preciso; viver não é preciso". Quero para mim o espírito [d]esta frase, transformada a forma para a casar como eu sou: Viver não é necessário; o que é necessário é criar. Não conto gozar a minha vida; nem em gozá-la penso. Só quero torná-la grande, ainda que para isso tenha de ser o meu corpo e a (minha alma) a lenha desse fogo. Só quero torná-la de toda a humanidade; ainda que para isso tenha de a perder como minha. Cada vez mais assim penso. Cada vez mais ponho da essência anímica do meu sangue o propósito impessoal de engrandecer a pátria e contribuir para a evolução da humanidade. É a forma que em mim tomou o misticismo da nossa Raça. (Fernando Pessoa)


Jornais & Notícias
::::::::::::::::::::::::::::::::

Deixe recado (educado) ;-) ...
::::::::::::::::::::::::::::::::


Busca na Web
::::::::::::::::::::::::::::::::
E-Mails
::::::::::::::::::::::::::::::::

Blogger, Grupos & Sites de Relacionamento
::::::::::::::::::::::::::::::::

Previsão do Tempo
::::::::::::::::::::::::::::::::
INPE




(Bastante confiável, a previsão do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais/INPE.)

INMET




(Excelente órgão nacional de previsão de tempo – Instituto Nacional de Meteorologia/INMET.)

The Weather Channel (Canal do Tempo)


(Da "The Weather Channel Interactive, Inc.", também denominada "The Weather Channel" ou "TWC", trata-se de uma empresa norte-americana localizada em Atlanta, na Georgia. Desde 1982 a TWC presta serviços de informações meteorológicas a várias partes do mundo.)

METSUL




(A METSUL Meteorologia é, hoje, um dos principais geradores de conteúdo de informação meteorológica do Conesul e pertence a da Rede de Climatologia Urbana de São Leopoldo.)

::::::::::::::::::::::::::::::::
Pensamentos mais ou menos fixos que tenho:
::::::::::::::::::::::::::::::::
Ódio a Nietzsche

- Gosto muito de usar o Nietzsche contra ele mesmo: Nietzsche X Nietzsche, pois o que ele escreve é tão contraditório (no mal sentido do termo), que isso é bem possível de ser feito...

Aos céticos...

- “Só se poderia negar a validez à demonstração se se provasse, com absoluta validez, que o homem nada pode provar com absoluta validez” (SANTOS, Mário Ferreira dos. Filosofia Concreta. São Paulo: É Realizações, 2009, p. 61).

 

 
Este é o Blog/Site do prof. Donarte: Geografia, Filosofia, Educação, Ciências, opinião pessoal e vida cotidiana.

Posts

Leia as postagens deste blog
Site

Visite o site do professor
O que o professor lê?

Últimas leituras
Conteúdos Especiais

Textos sobre Geografia física.

Textos sobre Geografia humana.

Dicas sobre o Vestibular.
Links Filosóficos

Natureza em Hegel.



Sociedade Hegel Brasileira.
Blogs dos Estudantes do Colégio Marista Assunção (2010)

Blog dos alunos do 2º ano (221).

Blog dos alunos do 2º ano (221).
Blogs dos Estudantes do Colégio Marista Assunção (2008/2009)

Blog dos alunos do 5ª série (152).

Blog dos alunos do 8ª série (181).

Blog dos alunos do 8ª série (182).

Blog dos alunos do 1º Ano (211).

Blog dos alunos do 1º Ano (212).

Blog dos alunos do 2º Ano (221).

Blog dos alunos do 3º Ano (231).
Blogs dos Estudantes da Escola Maria Goretti (2006)

Blog dos alunos do1º Ano.

Blog dos alunos do2º Ano.

Blog dos alunos do3º Ano.
Blogs dos Estudantes da Escola Maria Goretti (2005)

Blog dos alunos do3º Ano.
Imagens Geográficas

Blogs que acompanho

  • Prof. Dr. phil. Eduardo Luft.


  • Prof. Pedro Demo (blog novo)


  • Prof. Pedro Demo (blog antigo)


  • Prof. Dr. phil. Ricardo Timm de Souza.
  • Links

  • Água Bio
  • Água on-line
  • Águas, Brasil das
  • Águas, Rede das
  • ANA
  • Água, Universidade da (1:?)
  • Água, Universidade da (2:o.k.)
  • Astronomia (Zênite)
  • BBC-Brasil
  • C & T Jovem (Ministério da Ciência e Tecnologia)
  • Café Orbital-ON
  • (a revista parece ter encerrado suas atividades)
  • Canal Ciência
  • CAPES
  • Chaos Nonlinear Dynamics
  • Chaos on the Web
  • Comunidade ARS DEI
  • Defesa Civil RS 199
  • Edge-The Third Culture
  • EFE-Agência de Notícias (Brasil)
  • Embrapa
  • Expedição Trópico de Capricórnio
  • Fractal Geometry
  • Fepam
  • Geoprocessamento-PUCRS
  • Google News
  • IBGE
  • IBGE (IBGE - Cidades@)
  • Meio Ambiente on line
  • Ministério do Meio Ambiente
  • Museu de Ciências e Tecnologia-MCT
  • National Gographic (Brasil)
  • Observatório Nacional-ON
  • Organização dos Estados Americanos (OAS)
  • ON-Serviço de Hora (acerte seu relógio)
  • Porto Imagem (Porto Alegre)
  • Profissão Mestre (revista dedicada à carreira do professor)
  • Programa Antártico Brasileiro-PROANTAR
  • PUCRS
  • PUCRS (renove livros (BIBLIOTECA-PUCRS))
  • Rep. Fed. do Brasil (oficial)
  • Revista Galileu
  • Scientific American-Brasil
  • Scientific Eletronic Library Online (SciELO)
  • Subaru Telescope
  • The Independent
  • UNESCO-Brasil
  • Universidade da California (Condensed Matter Physics)
  • World Atlas Geography
  • Textos Recentes

    Textos Antigos

    O Autor

    Nome:
    Donarte N. dos Santos Junior
    Residente em:
    Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil
    Formação:
    - É Licenciado em Geografia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).
    - É Especialista no Ensino de Geografia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).
    - É Mestre em Educação em Ciências e Matemática (PUCRS).
    - É Mestrando em Filosofia (PUCRS).
    Atuação Profissional:
    - Foi Técnico em Geoproce ssamento do L/li/liaboratório de Tratamento de Imagem e Geoprocessamento (LTIG) da PUCRS.
    - É Professor da Prefeitura Municipal de Porto ALegre.
    Título da primeira dissertação de mestrado:
    “Geografia do espaço percebido: uma educação subjetiva”, que alcançou grau máximo obtendo nota 10,0.

    Clique aqui para ler a dissertação

    Clique aqui para Ver currículo Lattes completo

    Mais sobre o autor
    E-Mail para o Autor
    Livro de Visitas
    Número de Visitantes

    Free Blogger Templates

    BLOGGER

    Free Blogger Templates