quinta-feira, 8 de setembro de 2005
Ser humano busca entender o sentido da existência

Expressa em mitos como o de Adão e Eva e no livro O Banquete, de Platão, a culpabilidade original do ser humano motivou a tese de doutorado do professor do Departamento de Filosofia da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas Jorge Antônio Torres Machado. O trabalho discute elementos da essência do homem, como ser finito, vulnerável, que não consegue a completude e lida com a morte. Atualmente, com o excesso de informações, o autor acredita que há necessidade de unidade quanto à compreensão do sentido da existência, demonstrando a importância da Filosofia. "As pessoas estão voltando-se mais para si", constata. Quem tem menor bagagem cultural fica atraído por livros de auto-ajuda e seitas religiosas. Mas os que estão mais informados reconhecem que é preciso aprofundar essas questões.
Para Machado, é necessário abandonar uma visão simplista de tentar explicar o sentido do humano somente pela ciência ou pela teologia. Acredita que a antropologia filosófica é uma das formas de compreender a existência. O professor se baseia num dos mais importantes filósofos do século 20, o alemão Martin Heidegger, para quem o homem e a mulher não podem ser vistos como produtos naturais ou simples criações de uma divindade. "Devem ser criticadas posições reducionistas que tratam o ser humano como um produto químico-físico", diz Machado. Critica, por exemplo, a crença de que é possível retirar a angústia com o uso de antidepressivos e outros remédios. Pondera que houve avanços com a medicação, mas esse sentimento faz parte da essência humana.
Antes do século 20 estava em vigor um modelo com ênfase nas ciências naturais. Heidegger tenta buscar novos conceitos denominando-os de existenciais. Propõe, com uma ferramenta fenomenológica chamada de indícios formais, encontrar elementos antropológicos fundamentais, como a impossibilidade de a idéia de Deus ser concebida como ente objetivo, mas deve ser entendida pelo acontecer do próprio homem que se preocupa com o seu existir finito. Na obra Ser e tempo, de 1927, Heidegger elabora a teoria do ser, partindo da análise do que denomina de Dasein. Esta expressão alemã significa "ser-aí", ou seja, o homem como "ser-nomundo".
O filósofo afirma no livro que o homem é lançado no mundo de maneira passiva e pode ter a iniciativa de descobrir o sentido da existência, o que se chama transcendência. Assim supera a facticidade (própria da condição humana, em que cada homem se encontra sempre comprometido com uma situação não escolhida de estar no mundo) e atinge o estágio de uma apropriação da existência de seu Dasein. Heidegger nega a concepção grega de essencialidade do ser, afirmando que não passa de um dogmatismo. Discorda ainda da teoria clássica da lógica de que o ser é o mais universal e vazio de todos os conceitos. Para o filósofo, a pergunta deve ser respondida por esse ser finito que é o Dasein.
A morte pertence à estrutura fundamental do homem. Não é importante enquanto fato objetivo, mas enquanto consciência de sua iminência. Só o homem na natureza tem essa compreensão da impossibilidade de todas as possibilidades. Com a morte, o homem conquista a totalidade da sua vida. É a extrema possibilidade que limita e determina a totalidade do ser.
A tese de Machado parte do princípio de que essas idéias de Heidegger podem ainda ser utilizadas para mostrar a característica pré-teórica de uma culpa original do Dasein. Todas as demais ciências que trabalham com a culpa, como a ética, o direito e a psicologia, têm uma dívida consciente ou inconsciente com esse elemento antropológico. O professor expõe a psicanálise como uma possível fonte capaz de fornecer caminhos dessa condição. O conceito existencial de culpa pode corrigir interpretações das ciências positivas e de uma filosofia do tipo absolutista e universal. A tese será publicada em forma de livro pela Edipucrs.
(FONTE: Dispinível em: <http://www.pucrs.br/ascom/revista/pesquisa.php#01>. Acesso em: 08/09/05.)
(PUCRS, Informação. Poto Alegre. Nº 126, Setembro-Outubro/2005)
posted byDonarte N. dos Santos Jr.@quinta-feira, setembro 08, 2005  
0 Comments:
Postar um comentário
<< Home
 
::::::::::::::::::::::::::::::::
Algumas ideias que batizaram e permeiam o presente ciberespaço; pensamentos mais ou menos fixos que o autor tem:
::::::::::::::::::::::::::::::::

A Mitologia Grega...:

- “A Argo: Nave dos Argonautas, construída sob a direção de Minerva, nos bosques de Dodona. O termo significa ‘rápido.’

O Fernando Pessoa...:

- o seguinte poema do escritor português:


Navegadores antigos tinham uma frase gloriosa: "Navegar é preciso; viver não é preciso". Quero para mim o espírito [d]esta frase, transformada a forma para a casar como eu sou: Viver não é necessário; o que é necessário é criar. Não conto gozar a minha vida; nem em gozá-la penso. Só quero torná-la grande, ainda que para isso tenha de ser o meu corpo e a (minha alma) a lenha desse fogo. Só quero torná-la de toda a humanidade; ainda que para isso tenha de a perder como minha. Cada vez mais assim penso. Cada vez mais ponho da essência anímica do meu sangue o propósito impessoal de engrandecer a pátria e contribuir para a evolução da humanidade. É a forma que em mim tomou o misticismo da nossa Raça. (Fernando Pessoa)



A antipatia a Nietzsche...:

- Parece poder ser possível usar o Nietzsche contra ele mesmo: "Nietzsche vs Nietzsche", pois o que ele escreve, se bem analisado, é contraditório (no mal sentido do termo). Assim, isso é bem possível de ser feito...

A contra-argumentação aos céticos...:

- “Só se poderia negar a validez à demonstração se se provasse, com absoluta validez, que o homem nada pode provar com absoluta validez” (SANTOS, Mário Ferreira dos. Filosofia Concreta. São Paulo: É Realizações, 2009, p. 61).

 

 

Bem Vindo(a)!!!

Sobre este Blog

Última Publicação



Blog/Site do prof. Donarte: textos, imagens, ideias, pensamentos, conceitos, definições e opiniões preferencialmente inéditos, de autoria do professor, na área da Geografia, Filosofia, Educação e Ciências.


O conteúdo do presente ciberespaço pode ser livremente reproduzido, observada a citação da fonte. Ver "©Copyright – Todos os direitos Reservados", logo abaixo:

Site

Visite o site do professor
O que o professor lê?

Últimas leituras
Conteúdos Específicos

Textos sobre Geografia física.

Textos sobre Geografia humana.

Dicas sobre o Vestibular.
Notas de Aula

Registro da Prática e Diário de Classe
Blogs dos Estudantes da Escola Porto Novo (2015 até hoje)

Blog dos alunos do projeto LIAU.

Blogs dos Estudantes do Colégio Marista Assunção (2010)

Blog dos alunos do 2º ano (221).

Blog dos alunos do 2º ano (221).
Blogs dos Estudantes do Colégio Marista Assunção (2008/2009)

Blog dos alunos do 5ª série (152).

Blog dos alunos do 8ª série (181).

Blog dos alunos do 8ª série (182).

Blog dos alunos do 1º Ano (211).

Blog dos alunos do 1º Ano (212).

Blog dos alunos do 2º Ano (221).

Blog dos alunos do 3º Ano (231).
Blogs dos Estudantes da Escola Maria Goretti (2006)

Blog dos alunos do1º Ano.

Blog dos alunos do2º Ano.

Blog dos alunos do3º Ano.
Blogs dos Estudantes da Escola Maria Goretti (2005)

Blog dos alunos do3º Ano.
Blogs e Sites que acompanho, verdadeiros mananciais

  • Prof. Dr. phil. Agemir Bavaresco (Revista Opinião Filosófica)


  • Prof. Dr. phil. Eduardo Luft.


  • Prof. Dr. phil. Nythamar Hilario Fernandes de Oliveira Junior.


  • Prof. Pedro Demo (blog novo)


  • Prof. Dr. phil. Ricardo Timm de Souza.


  • Prof. Dr. Rualdo Menegat.


  • Links

  • Água Bio
  • Água on-line
  • Águas, Brasil das
  • ANA
  • Água, Universidade da (2:o.k.)
  • Astronomia (Zênite)
  • BBC-Brasil
  • Canal Ciência
  • CAPES
  • Chaos Nonlinear Dynamics
  • Chaos on the Web
  • Defesa Civil RS 199
  • Edge-The Third Culture
  • EFE-Agência de Notícias (Brasil)
  • Embrapa
  • Expedição Trópico de Capricórnio
  • Fractal Geometry
  • Fepam
  • IBGE
  • Meio Ambiente on line
  • Ministério do Meio Ambiente
  • Museu de Ciências e Tecnologia-MCT
  • Observatório Nacional-ON
  • Organização dos Estados Americanos (OAS)
  • Programa Antártico Brasileiro-PROANTAR
  • Rep. Fed. do Brasil (oficial)
  • Revista Galileu
  • Scientific American-Brasil
  • Scientific Eletronic Library Online (SciELO)
  • Subaru Telescope
  • The Independent
  • Universidade da California (Condensed Matter Physics)
  • Textos Recentes

    Textos Antigos

    O Autor

    Nome:
    Donarte N. dos Santos Junior
    Residente em:
    Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil
    Formação:
    - É Licenciado em Geografia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).
    - É Especialista no Ensino de Geografia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).
    - É Mestre em Educação em Ciências e Matemática (PUCRS).
    - É Mestrando em Filosofia (PUCRS).
    Atuação Profissional:
    - Foi Técnico em Geoproce ssamento do L/li/liaboratório de Tratamento de Imagem e Geoprocessamento (LTIG) da PUCRS.
    - É Professor da Prefeitura Municipal de Porto ALegre.
    Título da primeira dissertação de mestrado:
    “Geografia do espaço percebido: uma educação subjetiva”, que alcançou grau máximo obtendo nota 10,0.

    Clique aqui para ler a dissertação

    Clique aqui para Ver currículo Lattes completo

    Mais sobre o autor
    O Autor no Facebook

    Curta a "Fan Page" do autor!!!

    O Autor no Twitter

    Siga o autor no Twitter!!!
    "E-Mail"

    Entre em contato com o autor
    Livro de Visitas

    Registre a sua visita neste blog :-)
    Número de Visitantes

    Free Blogger Templates

    BLOGGER

    © Copyright

    Todos os direitos Reservados.



    Os textos inéditos aqui publicados podem ser utilizados por qualquer pessoa, desde que respeitada a devida citação da fonte, apontando o link da postagem original de onde foram retiradas as informações.


    É proibido fazer modificação e alteração dos textos inéditos, bem como, das imagens inéditas e demonstrativas que os acompanham.


    É vedada a Criação de Obras Derivadas dos textos inéditos aqui publicados, bem como, das imagens inéditas, a não ser respeitando a devida citação da fonte, apontando o link da postagem original de onde foram retiradas as informações.


    Portanto, a reprodução integral ou parcial das produções textuais e imagéticas inéditas, próprias e de autoria do professor, aqui publicados, é permitida, com a expressa autorização do autor e nos termos acima citados, caso contrário será tipificado crime de Plagio.

    Free Blogger Templates

    BLOGGER

    Última atualização de "template", em:

    27 de fev., 2018.